Junte-se a 47.873 advogados inteligentes e receba dicas imperdíveis de Empreendedorismo e Marketing Jurídico

9 erros de marketing jurídico que fazem você parecer um tolo

Uma das principais características de um advogado de sucesso é sua mentalidade empreendedora. Advogados empreendedores colocam o cliente no centro e fogem de erros de marketing jurídico no dia-a-dia do escritório.

Em um cenário jurídico cada vez mais competitivo, é importante que os advogados tenham conhecimento e utilizem em seu favor estratégias de marketing específicas para sua realidade.

Para se destacar e conquistar mais clientes, é extremamente importante saber se vender. É preciso planejamento, otimização de recursos e claro, muita mão na massa.

Nos meus anos como coach e consultora, esbarro com bastante dúvidas e pensamentos errados sobre o marketing jurídico.

Afinal, o que pode e o que não pode? Saber usar os pilares da comunicação como um aliado pode te ajudar a chegar mais perto de seus sonhos e de sua carreira consolidada.

Portanto, resolvi escrever esse artigo para acabar de vez com as dúvidas. Irei mostrar aqui os principais erros de marketing jurídico cometidos por advogados e que podem ser facilmente evitados.

Vamos lá?

ERRO 1: Enxergar o Código de Ética da OAB como um limitador


Erros de marketing jurídico 01

Esse talvez seja o primeiro erro que muitos advogados cometam e por isso, não se sentem à vontade nem de tentar.

Diferente do que muita gente pensa, o Código de Ética da OAB não proíbe o uso de ferramentas de marketing para advogados e escritórios de advocacia.

Sim, ele proíbe a veiculação de propaganda publicitária ostensiva em redes de televisão ou rádio. Porém, quem disse que marketing jurídico se resume a isso?

Existem inúmeras ferramentas que você pode – e deve – usar a seu favor para conquistar mais clientes.

Portanto, chega de desculpa!

ERRO 2: Relacionar o valor do investimento com o resultado alcançado

Erros de marketing jurídico 02

Quero desmistificar de vez o pensamento de quanto mais dinheiro se investe em marketing, melhores serão os resultados.

A máxima de que essas duas variáveis são diretamente proporcionais é falsa e atrapalha o crescimento de muito escritório por ai.

O alcance dos seus objetivos de marketing vai muito além do investimento que você faz.

Estamos falando de planejamento. A qualidade, a clareza e a persistência da mensagem destinada ao seu cliente ou futuro cliente, em conjunto com uma estratégia bem definida, é que fará com que você alcance resultados positivos, sólidos e duradouros.

Gastar muito dinheiro em uma mensagem que não foi propriamente elaborada, levando em consideração o seu público, irá trazer resultados muito questionáveis.

Valorize o planejamento estratégico do lugar do investimento a qualquer custo.

ERRO 3: Não ter um mercado-nicho: um dos principais erros de marketing jurídico

Erros de marketing jurídico 03

Para mim esse erro não é apenas de marketing jurídico, esse é um erro que pode afetar a carreira de muitos advogados e o sucesso de muitos escritórios.

Encontrar um mercado-nicho e se especializar nele é essencial para fidelizar clientes.

Quando o advogado elege seu mercado alvo ou mesmo um nicho de atuação, e seus clientes já tem um perfil definido, o processo de comunicação fica muito mais fácil.

Criar mensagens para um público muito abrangente diminui em muito as chances de ser eficaz.

Portanto, quanto mais especializado em uma área e em um determinado tipo de cliente, melhor você conseguirá usar as ferramentas de marketing para o seu benefício. Mais fácil de se tornar referência.

ERRO 4: Comunicar-se de maneira robusta para causar uma boa impressão


Erros de marketing jurídico 04

O famoso “juridiquês” é um dos erros de marketing jurídico bastante comum. Não só em marketing, mas na primeira reunião com cliente também, por exemplo.

Muitos advogados acreditam que quanto mais complexa e robusta for a mensagem enviada para o cliente, mais ele perceberá o quando o tema é difícil e sentirá necessidade do serviço.

Se você estiver pensando em construir sua comunicação com base nessa premissa, prepare-se para maus resultados.

Mensagens complicadas, podem passar um tom de arrogância e afastar ainda mais futuros clientes.

Sim, sinalizar os riscos que o potencial cliente corre a as vantagens de contratar você é importante, porém isso precisa ser feito de uma maneira clara e amigável.

Os clientes querem simplicidade. Querem soluções rápidas e eficientes, portanto um anúncio com uma mensagem muito complicada por ter o efeito contrário do desejado.

Passe sempre uma mensagem simples e objetiva. Conquiste seu cliente ao mostrar que vocês falam a mesma língua. Acredite, ambos só têm a ganhar!

ERRO 5: Acreditar que o melhor marketing é feito dentro do escritório

Erros de marketing jurídico 05

“O momento mais eficaz para a entrega da sua mensagem de marketing ao cliente é quando ele visita o seu escritório”. Mais um mito, e mais um dos famosos erros de marketing jurídico.

Quando o cliente faz o caminho até você é porque ele já está em um estágio mais avançado de interesse pelo seu trabalho.

Que mundo perfeito seria se todos os clientes fossem assim. Mas, a verdade é que a maioria dos seus futuros clientes nem sabem que precisam do seu serviço.

E agora?

Para que esse cliente venha bater na sua porta é preciso que ele conheça melhor os seus serviços. Antecipe-se. Mapeie a rotina desse possível cliente e aja de forma estratégica para se fazer presente.

Aposte na prévia difusão de informações através de newsletters, e-mails, contatos pessoais e outras ferramentas que permitam a ele saber que você tem soluções para oferecer.

Assim, quando ele tiver um problema, sem dúvida lembrará que você pode ajudá-lo.  

ERRO 6: Dar muita importância para a imagem

Erros de marketing jurídico 06

Sim, imagem é importante. Porém, não se esqueça que o conteúdo é que fará o cliente bater na sua porta e não as fotos do seu escritório.

No marketing jurídico, assim como no marketing em geral, conteúdo é tão importante quanto imagem!

Afinal, com a internet e ferramentas de busca, ficou bastante fácil de ter um material de comunicação com lindas imagens e belos escritórios de advocacia.

Além disso, para determinado público, a suntuosidade das suas instalações que você utiliza como forma de expressar “tradição e prosperidade”, pode ser vista – mesmo que subconscientemente – como sinal de “ameaça de honorários excessivos”.

Aposto que você não quer afastar um cliente apenas pela imagem pré-concebida que ele criou de você, não é mesmo?

Para isso, um caminho interessante é a junção de conteúdo com visual. Os gráficos explicativos, hoje conhecidos como infográficos, são uma excelente ferramenta de comunicação. Passam credibilidade e confiança tanto para novos quanto para atuais clientes.

ERRO 7: Ver a foto pessoal como vaidade

Erros de marketing jurídico 07


É verdade que muitos advogados são conhecidos por sua vaidade e excesso de preocupação com a sua imagem.

Porém, quanto o assunto é marketing jurídico e material de comunicação, esse ponto deve ser visto como uma qualidade e não algo para ser evitado.

A forma como você aparece no material de comunicação do seu escritório é importante para o cliente. A aparência nessas horas não se trata de vaidade, mas sim de informação.

Uma imagem em que você, advogado ou advogada, inspire segurança e simpatia e faça um contato visual bacana é capaz de influenciar diretamente na consolidação de uma relação de credibilidade e confiança com seu cliente.

Portanto, não tenha vergonha de aparecer!

ERRO 8: Não perceber a importância da interação

Erros de marketing jurídico 08

A falta de diálogo dentro dos escritórios é bastante frequente, e inclusive é um obstáculo que muitos líderes advogados precisam vencer diariamente.

Se a interação é importante dentro do seu escritório, para a sua equipe – ela também é importante para seus futuros clientes.

Então, fuja de um dos erros de marketing jurídicos mais banais. Não caia na cilada de achar que interagir com seus clientes ou futuros clientes seja uma perda de tempo.

Pelo contrário: é um investimento imprescindível. Marketing relacional é a solução de muitos problemas.

Todo cliente, ou futuro cliente, gosta de atenção. Então, não perca a chance de se fazer presente e escute-o.

E agora, senhoras e senhores, chegamos ao último item da nossa lista de erros de marketing jurídico…

ERRO 9: Evitar a internet

Erros marketing jurídico 09

Falamos bastante dos erros de marketing jurídico tradicional. Porém, eu gostaria de terminar com um erro comum que envolve também o marketing digital.

Estamos na era da conectividade. Fugir dessa tendência talvez seja perder uma oportunidade e tanto de se destacar.

As redes sociais e a internet já se tornaram uma das mídias mais importantes da atualidade, principalmente em questão a divulgação, e devem ser levadas em consideração no planejamento estratégico de marketing jurídico.

Perfil do advogado ou do escritório em redes sociais, como Facebook ou LinkedIn, ou um blog corporativo, são mais do que necessários, são praticamente obrigatórias hoje em dia.

Não estar conectado ou pensar que um site é suficiente é um erro grave. Seu cliente hoje demanda interação e conectividade em todos os canais possíveis. Então, não fique de fora.

Se você quiser mais informações sobre blog jurídico, recomendo este outro artigo: Blog Jurídico: Daqui a 1 ano, você gostaria de ter começado um hoje.

CONCLUSÃO

Um advogado preparado para vencer e se destacar no mercado está pronto para usar as ferramentas de comunicação da melhor forma possível.

Como podemos perceber, os principais erros de marketing jurídico podem ser facilmente evitados. Nada que um pouco de atenção e planejamento não consigam ajeitar.

Aproveite esse artigo para pensar um pouco em como você, advogado e advogada, está usando sua comunicação a seu favor?

Dedique-se um tempo da sua semana para rever e repensar suas estratégias de marketing. Invista em novidades e não tenha medo de arriscar um pouquinho mais.

O resultado vai ser extremamente positivo, confie em mim!

Observação: se você quiser se conectar comigo nas redes sociais para se inspirar, aqui você pode ver o meu LinkedIn e aqui o meu Facebook.

 

51star1star1star1star1star

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *