Junte-se gratuitamente a mais de 47.000 advogados inteligentes e receba dicas imperdíveis de Empreendedorismo e Marketing Jurídico

Especialização na Advocacia: Descubra agora o porquê vale a pena!

Hoje vamos falar de um assunto muito importante na carreira de qualquer advogado. Um dos principais elementos de influência na captação de mais e melhores clientes. Já sabe do que estou falando? Sim, exatamente, a especialização jurídica.

Se você ainda não é um advogado especialista em uma – ou duas – áreas, você está perdendo grandes chances de se destacar.

Portanto, hoje você irá entender:

  • Porque a especialização jurídica é importante para se diferenciar no mercado;
  • Porque esse é o primeiro passo para construir sua marca jurídica;
  • Porque escolher uma área do direito é fundamental para ter credibilidade, ser reconhecido e requisitado;

Ficou animado? Ótimo, porque as dicas de hoje valem ouro para o seu negócio!

Continue lendo ou veja o vídeo abaixo para entender como a especialização jurídica pode turbinar os seus negócios.

A essência do marketing

Especialização Jurídica 01

Você sabe qual é a essência de um bom marketing e o que faz todos os esforços realizados impactarem em melhores resultados? Relacionamento!

Sim, antes de qualquer ferramenta ou estratégia, marketing é construir e estabelecer relacionamentos positivos e duradouros com seus clientes.

Sejam eles seus clientes atuais, potenciais ou antigos.

Agora me diz: existe melhor maneira de construir relacionamento entendendo a fundo o seu cliente?

Nada como conversar com alguém que entende sobre suas necessidades, conhece seus anseios e te ajuda com bons conselhos, certo? O mesmo pensamento se aplica no ambiente jurídico.

Tenho dado bastante dicas de marketing jurídico, mas essa talvez seja a mais importante: busque a sua especialização jurídica.

Esse pode ser o ponto de virada que a sua carreira está precisando.

Ainda está em dúvida se então importante assim buscar sua especialização?

Então, vamos lá que vou te explicar!

O elemento X do marketing jurídico: especialização jurídica

Especialização Jurídica 02

Verdade seja dita: todo profissional que deseja se destacar precisa ter foco.

Mas, ainda vejo que a maior parte dos advogados evita escolher um mercado-alvo. São os famosos advogados generalistas que fazem um pouco de tudo.

Normalmente, eles optam por não escolher um tipo de cliente com medo de perder “todos os outros”.

Porém, se você quer atrair, reter e satisfazer mais e melhores clientes, essa pode ser uma péssima estratégia.

Já disse algumas vezes, e vou repetir outras mais, marketing é construir relacionamento. E para isso, é preciso conquistar pessoas. Ora, como se faz isso?

Existem inúmeras ferramentas de marketing: comunicação, preço, localização…

Para que todas essas ferramentas sejam eficientes e te ajudem a construir relacionamento com seu cliente, é preciso adaptá-las sempre às expectativas do público-alvo.

Ainda está confuso? Vou dar um exemplo bastante óbvio para ajudar:

Um cliente corporativo em direito tributário tem suas características próprias. Seus anseios, desafios e problemas para serem resolvidos.

O mesmo acontece com um cliente pessoa física no direito previdenciário. Ele também tem anseios, desafios e problemas, porém, completamente diferentes do cliente corporativo.

Portanto, uma mensagem que vai para um potencial cliente corporativo é muito diferente do que vai para o cliente pessoa física.

A especialização abre muitas portas, saiba aproveitar

Especialização Jurídica 03

Um dos benefícios de você concentrar sua atuação em um nicho específico é poder entendé-lo a fundo.

Conseguir mapear problemas, necessidades e expectativas do seu público-alvo.

Quando isso acontece, você passa a se comunicar melhor. Seus clientes potenciais irão ter a oportunidade de perceber que seu conhecimento é especial.

Por outro lado, quando você tenta atingir todos os públicos, o mais provável é que você não atinja nenhum com eficiência. Pode até ser que consiga um aqui e outro ali, mas nada consistente.

Isso acontece porque ninguém se identifica com a sua mensagem. Ninguém se reconhece nela.

Afinal, é muito difícil de criar relacionamento usando mensagens genéricas.

Lembra qual era a principal razão de existirem tantos advogados generalistas por aí?

Eles têm medo de que a especialização jurídica feche portas para clientes.

Mas, estamos vendo que ser um advogado especialista na verdade abre muitas, e muitas, portas.

Vou fazer uma comparação para ajudar a entender:

Se você tiver um problema de pele, você prefere ser atendido por um dermatologista ou por um clínico em geral?

Por um dermatologista, claro!

O mesmo acontece com advogados que buscam uma especialização jurídica. Eles serão procurados por clientes que sabem que ele é a melhor pessoa para resolver determinado caso.

Se você não tem nenhuma diferenciação aos olhos do cliente, por que ele irá lhe contratar? Muito provável que seja pelo preço.

Reduzir seus honorários de forma artificial apenas para conquistar clientes não é uma estratégia saudável. Menos ainda sustentável.

Especialização jurídica e honorários: uma equação que dá certo

Especialização jurídica 04

Frequentemente eu falo sobre a importância dos honorários refletirem o serviço que você presta, nem para mais e nem para menos.

Reduzir preços em comparação com o mercado só lhe tira credibilidade. A não ser que você realmente tenha uma super vantagem – como uma melhor localização, um sistema mais adequado ou uma experiência tão vasta que o serviço é prestado quase como “automático” – reduzir o seu preço é um risco e tanto.

Lembre-se: é mais fácil justificar ao seu cliente o porquê de você cobrar mais – qualidade o serviço, atendimento personalizado, tecnologia – do que explicar a ele o porquê de cobrar menos.

Reparou que é agora que a especialização jurídica entra na equação dos honorários?

Quando você se torna um advogado especialista, você ganha uma vantagem competitiva que resultará nos valores dos seus honorários. Valores esses realistas e compatíveis com o serviço diferenciado que será prestado.

Claro, sempre haverá clientes que são voltados para preço. Mas, eu duvido que ele seja seu cliente ideal. Se optar por ele, boa sorte!

Escolha sua área de especialização na advocacia e seja percebido como “expert” pelos seus clientes

Especialização jurídica 05

Hoje aprendemos que quando você elege uma área específica do direito, você se relaciona de forma mais próxima com seus clientes.

Você pode se manter atualizado com temas e legislações que são importantes para ele. E como consequência, você terá melhores conversas com seus clientes.

Quando se está focado em um assunto, ou área, o resultado sempre será positivo. Escolhendo sua especialização jurídica, você sem dúvida irá prestar um melhor serviço.

A advocacia sempre foi e sempre será uma atividade pessoal. Portanto, canalize suas energias, seu tempo e suas ações de marketing para um único público-alvo.

Se estiver com dúvida em qual especialização seguir, tente fazer um equilíbrio entre interesses, competências e rentabilidade. Esse pode ser um ótimo caminho!

Construa seu diferencial, crie já suas estratégias de relacionamento e prepare-se para ser um advogado vencedor.

“Não se pode ser tudo para todos, não importa o tamanho do negócio ou a profundidade do seu bolso” – Jack Welch

51star1star1star1star1star

19 ComentáriosDeixe um comentário

  • Quero parabeniza-la,pelo excelente trabalho que é desenvolvido pela senhora.Obrigado!!!Por todo o conteúdo que será me enviado poe e-mail.Que Deus abençoe,Jesus te ama!!!

  • Seus videos são ótimos.

    Sou advogado iniciante, me formei em junho/2015.

    Gostaria de saber se tem alguma diga sobre como captar recursos financeiros para montar um escritório.

    Obrigado

  • Parabéns pelas dicas Dra. Sou advogado há 10 anos e ainda não me decidi por qual área especializar, confuso quanto à necessidade maior do mercado, mas espero decidir logo.

    Abraço

    • Olá, Max. Essa decisão é realmente desafiadora. Pensar sobre os seus interesses e competências, aliados à demanda de serviços na sua região, são os elementos de que você precisa para fazer sua reflexão estratégica. Eleger uma área foco tem tudo para fazer muita diferença nos seus resultados. Sucesso!

    • Ótimo, Paulo. Especialização e foco em alguns mercados alvo são grandes catalisadores para a construção de uma trajetória de sucesso na advocacia. Até breve!

  • Bom dia,
    Dra. muito bom o vídeo , parabéns. Estou iniciando na advocacia agora e minha área é previdenciário. porém como ser especialista em um incio? E qual a dica que me dá para parcerias?
    Grata

    • Você pode ir construindo esse especialização aos poucos, Ana. E, para isso, é preciso reunir o conhecimento jurídico e entender a fundo as necessidades do seu cliente-alvo. Sucesso!

    • Ótimo, Sandra. Entender os benefícios da especialização é um passo essencial para a construção do seu diferencial competitivo na advocacia.
      Fique atenta aos materiais gratuitos e às nossas oportunidades de treinamento.
      Muitos conhecimentos essenciais e boas ideias estão por vir em 2016. Podem lhe ser muito úteis! até breve.

  • Kátia!!!! Mais uma vez muito obrigada por seus vídeos! São esclarecedores e nos dão um “norte” , indicam muito bem por onde começar! Muito bom, tenho a sensação de que você não desperdiça uma palavra sequer, tudo tem um significado e um motivo para ser dito!
    Gratidão!!!

    • Parabéns, Rosana. Venho acompanhando suas mensagens e postagens e vejo que você está investindo no seu desenvolvimento. Não há caminho mais curto para o sucesso, pode acreditar! No que eu puder lhe ser útil, estou à disposição. Até breve!

  • Katia, inicialmente parabéns pelo seu trabalho. Certamente vai ser muito útil para a maioria dos colegas. Não tenho dúvidas que o diferencial do sucesso do nosso trabalho passa por uma estratégia inteligente de marketing digital! Por isso estou aqui buscando apreender para facilitar atingir meu objetivo. Já tive um grande escritório e num determinado momento optei por diminuir a estrutura e focar em um segmento que vejo como uma grande oportunidade,ifica ident dentro da advocacia empresarial que é a Recuperação Judicial de Empresas. A questão é identificar a maneira mais barata de proteção dos clientes. Tens alguma sugestão?

    Vili

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *