Junte-se a 47.873 advogados inteligentes e receba dicas imperdíveis de Empreendedorismo e Marketing Jurídico

Quer atrair clientes? 5 dicas para turbinar o seu networking!

Poucas carreiras se beneficiam tanto de uma boa rede de relacionamentos como a advocacia. O networking para advogados é um ingrediente-chave para atrair mais e melhores clientes.

Se você quer pertencer ao grupo dos advogados bem sucedidos, é fundamental investir tempo e energia para ampliar o seu networking na advocacia.

Felizmente, neste artigo, vamos falar sobre:

  • porque o networking é importante para advogados e para o sucesso do escritório;
  • como evitar os erros mais comuns que podem estar lhe atrapalhando na hora de conquistar uma boa rede de contatos;
  • e como você pode construir, no dia a dia, o seu networking na advocacia.

Ficou interessado?

A seguir, damos dicas poderosas de networking para advogados.

Assista o vídeo ou leia o artigo abaixo para receber para turbinar a sua rede de relacionamentos.

Networking para Advogados – Por que a sua rede de relacionamentos é importante para o seu negócio

É verdade que surgiram muitas oportunidades éticas de captação de clientes no meio digital nos últimos anos. No entanto, o networking para advogados continua sendo importantíssimo.

Fechar novos ou melhores negócios e captar clientes depende, essencialmente, de identificar, conhecer e interagir com pessoas estratégicas. Sejam elas advogados, que podem indicar o seu serviço, ou pessoas com o perfil do seu cliente ideal.
Além disso, também é preciso investir continuamente em estratégias que transformem esses contatos iniciais em relacionamentos duradouros e de qualidade.

Neste outro artigo, eu dei algumas dicas sobre como criar relacionamentos duradouros com os seus clientes: como fidelizar clientes na advocacia – o guia absolutamente completo.

Em resumo, para atrair, reter e fidelizar mais e melhores clientes é necessário sair da zona de conforto: é indispensável aprender e aplicar estratégias de networking para advogados.

Agora, antes de continuar, eu gostaria de lhe perguntar…

  • Você passa a maior parte do seu tempo de trabalho ocupado com atividades internas?
  • Você interage, na maioria das vezes, apenas com seus colegas de escritório?
  • Você se comunica com clientes potenciais e outros públicos estratégicos esporadicamente?
  • Você mal se lembra da última vez que refletiu sobre o seu networking?

Não sei qual o que você respondeu, mas a maioria dos advogados sinaliza em suas respostas uma clara falta de estratégia quando o assunto é networking.

Se o seu objetivo é ter uma lista apreciável de clientes, que proporcionem rentabilidade ao seu escritório e satisfação pessoal, é inadmissível deixar sua rede de relacionamentos de lado.

Se você tem deixado esse pilar estratégico de lado, é hora de refletir sobre o que leva você a não ter um bom networking e unir esforços para mudar.

Abaixo, dou algumas dicas de networking para advogados. Assim, você poderá superar de vez o que vem lhe atrapalhando na hora de fazer bons contatos para o sucesso do seu negócio.

Networking para advogados: 5 dicas para turbinar a sua rede de relacionamentos

Dica 1 – Participe e prepare-se para eventos

Para você ter os melhores resultados é importante você se preparar antes de ir a um evento profissional, como congressos, palestras e feiras de negócio. Não dá para deixar de ir a esse tipo de evento, e muito menos ir sem fazer o dever de casa.

Para quem deseja aumentar sua rede de contatos, as conferências são ótimas – senão as melhores – oportunidades. Lá, você poderá encontrar pessoas que podem somar a você e vice-versa.

Mas, você fica preocupado e ansioso – às vezes até com medo – só de pensar em ir a um evento deste porte, com receio de ser rejeitado ou de não saber como agir? Isso é normal.

Conferências não devem ser vistas como algo intimidador, e sim como uma grande e valiosa oportunidade de aprendizado e networking.

Criar um PLANEJAMENTO com antecedência vai lhe ajudar muito nesta empreitada. Com ele, você possivelmente voltará para casa com parcerias promissoras em andamento.

Elas não precisam ser, necessariamente, contratos fechados.

Podem ser pessoas capazes de lhe ajudar a crescer na carreira de alguma forma, que tenham contatos que podem lhe ser interessantes ou que possam trocar informações valiosas e estratégicas com você.

Como se planejar?

O primeiro ponto de atenção é que quem vai estar lá? Colegas, parceiros, potenciais clientes? Se for um congresso, por exemplo, quem são os palestrantes? Quem são os expositores? O que você pode aprender com eles? Vale a pena um contato pessoal? Qual pode ser o gancho para uma conversa produtiva?

Não dá para chegar lá sem saber o que vai encontrar e sem saber sobre o que falar;

Por vezes, os sites dos eventos disponibilizam uma lista de participantes e seus respectivos locais de trabalho. Assim, você pode criar sua própria lista de contatos estratégicos, pensar em como abordá-los, no que você pode oferecer para conseguir deles o que deseja ou em outras formas de interação.

Veja, a sua trajetória de sucesso depende da sua preparação e essa preparação inclui cuidar desses pequenos mas importantes detalhes.

Quer ver outro exemplo? Que materiais você precisa levar? Cartões, brochuras do seu escritório? Tanta gente vai para esses eventos de mãos abanando. Não incorra nesse erro.

Outra coisa, como é que você vai se apresentar? Lembre-se, você precisa se diferenciar na multidão e a melhor maneira de fazer isso é definir na sua estratégia de negócio uma ou duas áreas foco de atuação e comunicar isso claramente.

Se apresente de maneira eficiente

As pessoas se lembrarão mais de você se você disser claramente que tipo de problemas você resolve para que tipo de cliente.

Se apresentar apenas como advogado pode não ser suficiente para fixar o seu nome na mente das pessoas.

Na hora de se apresentar, procure dizer o que você FAZ, e não o que você é.

Você pode adicionar à sua qualificação como advogado que “você ajuda gestores de condomínios a terem menores problemas com a legislação”.

Os norte-americanos costumam chamar esta estratégia de “elevator pitch”, que consiste em uma resposta rápida (o suficiente para ser dada numa subida de elevador), mas capaz de garantir o interesse do interlocutor, num tempo de duração médio que um elevador demora a chegar ao seu andar.

Ao finalizar a conversa, sugira um próximo contato entre vocês, para garantir que a relação não vai se perder ali.

Com um bom planejamento, certamente você conseguirá extrair todo o potencial de um evento.

É um investimento de tempo e dinheiro que precisa ser aproveitado da melhor forma possível.

Um blog pode ajudar a fazer as pessoas se lembrarem de você e manterem relacionamento depois de um primeiro contato

Dica 2 – Esteja sempre atento: as oportunidades surgem em qualquer lugar

Outro erro comum é focar só nos eventos profissionais. Tanto os eventos sociais como os profissionais podem ser ocasiões espetaculares para você construir a sua rede de contatos.

Afinal, na mesa ao lado naquele casamento pode estar um ótimo cliente ou parceiro de negócios.

Por isso, não saia de casa desatento a essa possibilidade e aproveite cada oportunidade para dizer que tipo de problemas você resolve para quem.

É assim que você vai deixando a sua marca na mente das pessoas.

Dica 3 – Escuta ativa: ouça atentamente

Agora um dos principais pontos de atenção, e vale principalmente para os seus contatos profissionais: ouça mais do que fale, preste atenção nas pessoas.

Construir uma rede de contatos não é encontrar oportunidade de vender seus serviços imediatamente. Isso é venda, não é marketing.

E networking é um tipo de marketing.

Networking é construir relacionamentos poderosos que possam lhe trazer benefícios adiante e também gerar benefícios para as outras pessoas.

Para isso, você precisa ouvi-las para saber o que elas fazem e poder identificar futuras oportunidades de ser útil para essas pessoas.

É assim que você vai aos poucos construindo um relacionamento com elas.

Quer uma mini-dica poderosa?

Ouça a pessoa, entenda o que é importante para ela e de posse do contato dela nos próximos dias faça um contato por e-mail ou pelo LinkedIn.

Essa pode ser uma abordagem bem bacana: “Olá, Fulano. Foi muito bom lhe conhecer. Lembrei do seu interesse no assunto X e pensei que esse artigo talvez possa ser útil”.

Dica 4 – Diversifique sua rede de contatos

Fique atento para a necessidade de você expandir a sua rede de contatos para além dos seus colegas advogados, principalmente se você não tiver uma área de atuação muito bem definida estrategicamente.

Se você for um advogado generalista, se relacionar apenas com outros advogados do mesmo perfil jamais vai lhe trazer bons negócios e parcerias.

Ou você acha que em condições normais um advogado vai indicar bons clientes para um concorrente?

Dica 5 – Defina suas principais áreas de atuação no direito

Fazer uma reflexão estratégica bem conduzida e definir uma ou duas áreas do direito para atuação especificas, vai fazer crescer de forma exponencial a sua captação de clientes.

Primeiro, por que você será capaz de construir uma reputação mais rapidamente. Ou você já conheceu algum advogado renomado que seja um especialista em todas as áreas? Isso nem faz sentido, né?

Segundo, você poderá alavancar parcerias à medida em que você deixa de concorrer com os seus colegas pelos mesmos clientes.

No entanto, para que essas estratégias deem certo também é preciso que tenhamos FOCO.

Sua estratégia de networking vai funcionar melhor se você souber claramente quem é o seu público alvo e se você tiver um nicho específico de atuação.

Isso fará com que você seja visto como uma “autoridade” no assunto, que sabe quais são as necessidades dos seus clientes e tem soluções para supri-las.

Diferenciação é a mais poderosa arma para o sucesso na advocacia de hoje, e mais ainda o será no futuro com os super nichos.

Se você ainda não definiu uma área de atuação especifica, eu sugiro que você dedique sua atenção nessa reflexão, e o quanto antes.

Na advocacia de hoje, poucas decisões vão lhe trazer mais reputação, autoridade e credibilidade.

Se você que entender como a especialização é um importante passo para sua diferenciação no mercado, eu recomendo este outro artigo:

Tendo todas essas informações em mãos, você pode utilizar as estratégias aqui propostas para iniciar ou impulsionar seu networking agora.

“Você pode fazer mais amigos em dois meses se interessando por outras pessoas do que em dois anos fazendo as pessoas se interessarem por você” – Dale Carnegie

Observação:

Você gostaria de uma assessoria para dar aquela “turbinada” na sua carreira jurídica? Então, eu recomendo que você conheça o meu treinamento em estratégia e marketing jurídico: Advogado Preparado para Vencer.

 

51star1star1star1star1star

5 ComentáriosDeixe um comentário

  • Dr. Cátia mais uma boa dica sobre Network, obrigado pela sua atenção dispensada em contribuir com a nossa classe e a mim com seus valiosos conhecimentos.

    • Que ótimo, Patrícia! Então mãos à obra. Aguarde as novidades para ajudá-la a definitivamente se PREPARAR para vencer nesses novos tempos da advocacia. Fique ligada no seu email. Até breve!

  • Muito bom. Excelentes dicas, estou no início da carreira, duas dicas são muito interessante e eficazes. Para tanto, preciso conhecer e adquirir tais meios mencionado no meu dia a dia, pois ainda tenho um certo tipo de dificuldade, obg pela atenção…

    • Olá, Jarlan. Um passo de cada vez…Se você mantiver a sua atenção no que é relevante para o seu sucesso, em breve poderá comemorar os primeiros resultados da sua preparação. Até breve!

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *